A pedido

By | 10.5.13
“Eu gostaria que você um dia escrevesse sobre as diferenças que seu corpo sente entre o ballet e o break (diferenças como o preparo, o momento da dança e a dor que vem depois rs). Seria legal." James Weslley

Meu corpo dança. Quando ele não dança é que eu sinto diferença.
Foto por Amanda Baroni
Original Break Jam (organização GBCR)

Muitos pensam que houve uma ruptura significativa quando eu mudei de área e cedi ao bboyng, mas eu digo que a grande mudança que me afetou foi cultural e social. Acostumada com hierarquia, ordens e resultados, no break eu tive que aprender a distinguir aquilo que eu ouvia ou via. Tive que aprender a ler pessoas e identificar e seus respectivos papéis na cena, aproveitar ou resignar dicas e conselhos. Percebi que não é o “certo ou errado” é “o que eu sou e o que eu não sou”.

Do treino de break para as aulas de ballet, não há um professor a quem você deve mostrar empenho e resultado, isso é o que mais me dificulta, pois se você não treinar bem, com toda sua consciência, não haverá ninguém responsável para lhe corrigir ou lhe impor um movimento mais limpo, nesse caso é você com sua honestidade e com a sua vontade. Porém uma coisa dos treinos que me entusiasmei é como todos que estão ali se empenham no próximo. Nunca sai de um treino sem que alguém me compartilhasse dicas de como voltar para a base no moinho, ou trazer o corpo pra cima do calcanhar nos footworks, até soltar os braços no Top Rock. Não importa o lugar, Flamengo, Canta Galo, Rocinha, Madureira, Campo Grande, conhecendo pessoalmente ou não, existe muito forte essa parceria por partilhar na mesma arte.

E então tudo vira igual, tudo vira dança... O grande momento é a integra, quando você se rende e a dança age por você. No ballet você luta contra a força da gravidade no break você luta contra o favor da gravidade. É ar, é solo, mas também é corpo e sentimento. As dores são um sinal que tudo ocorreu bem...

  
Gravação do clip Subway - T Boys DL (produção Cut It Up Def)

- Estou bem, saudável e feliz (apesar de estar gorda, mas isso vai mudar, e uma dorzinha aqui e ali, mas enfim... normal.)
- Estou fazendo aulas Tap, me aguardem!!
- Acho que estou apta a um relacionamento mais fiel e duradouro, estou pensando em comprar um cachorrinho!
- Mas antes preciso de uma casa...
- Pensando em me mudar de local, pensando em aplicar, pensando em escrever, pensando em não só pensar, pensando em agir...
- 5 meses de terapia, estou achando que não vou mais conseguir viver sem isso!


“Um pensamento gera um sentimento, que gera uma ação e esta gera um resultado” dr. Nádia

beijos lindos


Ps: Primeiro post “a pedido”! Este foi do amigo b.boy e leitor do blog James! Valeu irmão, estamos juntos nos airchair da vida.
Pps: Quando se é muito acostumada a ser bem tratada onde quer que for, se não obtém isto de uma pessoa, ou lugar, o que convém é se afastar. Porém lugares são físicos, pessoas são espíritos. Ah, devaneios meus... mas tem gente que só a presença fala...
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial